Projeto de jornalismo criado por gaúchos busca dar voz a brasileiros na Europa

Um projeto de jornalismo criado por gaúchos tem ganhado destaque do outro lado do Oceano Atlântico. Lançado em junho deste ano, o site de notícias Agora Europa já se aproxima, de forma orgânica, da marca de 200 mil visualizações de página. A iniciativa nasceu com a proposta de ser uma fonte confiável de notícias para brasileiros que residem no Velho Continente e que, muitas vezes, têm os direitos civis e sociais negligenciados por não possuírem fluência da língua estrangeira.

O Agora Europa busca ser um veículo que dá voz e se preocupa com os desafios enfrentados por brasileiros fora do País. Tais características refletem diariamente no público cativado pelo projeto, que se concentra majoritariamente em Portugal, Irlanda, França, Espanha, Reino Unido, Itália e Alemanha, respectivamente. De acordo com o jornalista e cofundador do portal Cristiano Goulart, a principal preocupação do projeto é garantir que brasileiros imigrantes terão um lugar seguro para buscar informações.

“Normalmente, alimentamos a ideia equivocada de que todo brasileiro que imigrou para a Europa irá encontrar, do outro lado, um campo vasto de facilidades. O que vemos, no entanto, são inúmeras pessoas passando por dificuldades e tendo os direitos sociais, civis, trabalhistas sonegados por não dominarem a língua ou burocracia local. É para ser voz destes trabalhadores, estudantes, destes brasileiros, que nascemos e temos sido reconhecidos”, destaca Goulart.

Durante a primeira onda de casos de Covid-19 na Europa, entre fevereiro e julho deste ano, o Agora Europa foi fonte de informações para brasileiros, tanto para os residentes no Velho Continente quanto para quem morava no Brasil e queria acompanhar de perto o que estava acontecendo na Europa. “De junho a setembro, produzimos 63 reportagens sobre Covid-19 a partir dos cinco países em que atuamos. O mais importante para nós foi assegurar que todas as medidas anunciadas pelos governos chegariam, de forma clara, aos brasileiros que residem nos países em que atuamos”, explica Goulart.

O Agora Europa começou com dois jornalistas na Irlanda, Cristiano Goulart e Daiane Vivatti, e dois em Barcelona, na Espanha, Estevão Pires e Alvaro Andrade. O logo, com princípios da Gestalt, foi desenvolvido pela designer gaúcha Júlia Pires. Atualmente, o projeto está em cinco países e conta com uma equipe de 10 comunicadores. Em Dublin, somou-se ao time a jornalista Jéssica Sbardelotto. De Lisboa, escrevem os repórteres Amanda Lima e Carlos Machado. Thaís Baldasso é responsável pela produção de conteúdo na capital espanhola, Madri. De Paris, Diego Weiler registra tudo o que acontece na França. O time é completado por Jézica Bruno, de Londres, com informações do Reino Unido.

Os jornalistas do Agora Europa têm sido também fontes para veículos tradicionais da imprensa gaúcha e nacional, frequentemente requisitados para participações especiais em programas de rádio, televisão e jornais brasileiros. Todos os repórteres do projeto realizam processos de apuração próprios, cujo conteúdo é submetido à edição e revisão pelos colegas de equipe. Os jornalistas também são introduzidos a métodos de atuação nas redes sociais do AE, garantindo a completa autonomia e liberdade de expressão dos colaboradores em contas de redes sociais próprias, desde que respeitados os valores do Agora Europa que estão alinhados como a Declaração Universal dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU).

“Atualmente, 34% da audiência do AE reside no Brasil. E isso é compreensível do ponto de vista que escrevemos através de jornalistas que residem nos mais importantes países da Europa e que testemunham, vivenciam e reportam os fatos, muitas vezes, in loco. Então conseguimos produzir reportagens em tempo real e que, eventualmente, pautam outros jornalistas”, conclui Cristiano Goulart.
Com o plano de ampliar o número de colaboradores, o Agora Europa busca, atualmente, por parceiros no mercado interessados em divulgar marcas e produtos que estejam de acordo com a proposta e valores do projeto. Mais informações podem ser obtidas pelos emails info@agoraeuropa.com e cgoulart@agoraeuropa.com. O site pode ser acessado pelo link agoraeuropa.com ou pela conta no Instagram @agoraeuropa

Fonte:Coletivo